The Color Run – Expectativa x Realidade

Quando soube que uma das corridas temáticas mais famosas dos Estados Unidos finalmente realizaria um circuito no Brasil fiquei muito animado para participar. Entrei em contato com a empresa organizadora e consegui acesso de imprensa e um kit para participar e em troca postei informações aqui no blog.

O tão esperado dia chegou, fui para me divertir, correr não estava nos meus planos. Já tinha vistos vários vídeos sobre a corrida e estava ansioso para participar de algo parecido.

O que era para ser um evento inesquecível acabou se tornando uma tentativa de diversão, onde os participantes fizeram de tudo para se divertirem. Muitos conseguiram e outros não ficaram muito satisfeitos. Vou enumerar os problemas e acertos do meu ponto de vista e vou colocar a opinião de outras pessoas para que vocês mesmos tirem suas conclusões e a organização melhore o evento que tem tudo para ser excelente.

Expectativa

1 – Animação e organização na largada;

2 – Passar por zonas de cor, onde voluntários jogariam um pó colorido;

3 – Hidratação no percurso;

4 – Na chegada, distribuição de mais hidratação e de um saquinho contendo pó;

5 – Explosão de Cores na festa da chegada.

Realidade

1 – A largada ficou mal posicionada, os locutores e a música não eram ouvidos, o que deixavam as pessoas sem saberem que horas iria começar. Ocorreu atraso de 40 minutos. Houve uma tentativa de largada em blocos, foi justificado que era para facilitar os voluntários nas zonas de cor e evitar transtorno na hora de jogarem o pó.

2 – Tiveram quatro zonas de cor, amarela, laranja, azul e rosa. Larguei mais ou menos no meio da multidão, mas quando cheguei à zona de cor o que foi visto foi apenas o pó no chão, onde pessoas e alguns voluntários tentavam jogar uns nos outros para se sujarem e se divertirem, Foi assim em todas as quatro zonas. Alguns corredores conhecidos, que largaram no início e foram correndo, relataram exatamente o contrário, que passaram pelas zonas de cor e receberam tanto pó que tinham que correr mais ainda para não ficarem todos coloridos. Fiquei feliz que algumas pessoas conseguiram viver a experiência da The Color Run, mas era para ser assim com todos.

3 – Acostumado com hidratação perfeita em 100% provas que participei, nunca tive problemas com falta de água, mas desta vez foi demais, por sorte estava nublado e não estava muito quente. Só tinha um posto de hidratação com água quente, um pouco depois do quilômetro dois, mas novamente quando cheguei não havia mais nada. Muitas pessoas compraram em barraquinhas.

4 – Após cruzar a linha de chegada fiquei procurando onde buscar o saquinho com o pó, tudo estava mal sinalizado. Depois de um tempo identifiquei um tumulto e enfim consegui retirar o pó, este sim parecia ser uma das poucas coisas originais vindo dos EUA. Acredito que se fosse adotado o sistema tradicional de dispersão de concluintes e um corredor para distribuição do saquinho, muitos problemas teriam sido evitados. Hidratação no final também não existia apenas o tal do suco natural de gosto duvidoso de água de coco com manga.

5 – O auge da festa em inúmeros vídeos da The Color Run é animação feita pelos Djs com muita música e dança, quanto a isso não posso reclamar, pois realmente aconteceu e muita gente se divertiu. Mas a tão prometida explosão de cores não aconteceu, não foi informado às pessoas que elas deveriam guardar o saquinho de pó, recebido na chegada, para a hora onde o locutor faria uma contagem regressiva e todos ao mesmo tempo lançariam para o alto finalizando com chave de ouro o evento.

Os pontos positivos que acho que devem ser ressaltados foi o número de banheiros, não tinha fila nenhuma, muito bom, e a distribuição do kit também no dia do evento, que é muito complicado de acontecer, mas ajuda muito as pessoas que moram longe e gostam de participar dos eventos.

No evento tive o prazer de encontrar com o amigo blogueiro Railer, ele participou da Corrida das Cores em Vitória e fez um ótimo comparativo com a Color Run, acesse aqui.

Enfim, acho que as expectativas criadas para o evento foram muito maiores do que o que realmente aconteceu. Acredito que a organização do evento vai aprender com os erros e acertos e buscará melhorar o evento.

Esta foi meu último evento ligado ao mundo das corridas este ano, em breve farei um post retrospectiva 2012.

17 Comentários

  1. Falta de planejamento acarreta em muitas falhas e espanta o pessoal de uma próxima tentativa de um evento como este, pois a propaganda negativa (quem participou se encarregará de fazer isso) afastará as pessoas que pensarem em participar.

  2. O Victor esta corrida pelo que eu vi teve falhas grotescas principalmente no quesito HIDRATACAO…Um absurdo isso para quem pagou e também nem ter medalha…Espero que os organizadores revejam isso…Meus parabéns por mais uma corrida realizada e que bom que conheceu o grande fera do Railer conheço ele também gente bonissima…Aliás ele foi um dos meus patrocinadores para eu correr a minha primeira Ultra de 24 horas.
    Agora deixa de ser fanfarrão o ano nem acabou e vc tá dizendo que nao vai correr mais este ano…No dia 29 Dez 2012 tem uma belissima corrida com o visual showww de bola 12Km de adrenalina e pura emoção na Subida de Confraternizacao do Cristo e o que é melhor, inscricão apenas 2Kilos de alimentos não pereciveis…Vamos nessa.

    Bons treinos,

    Jorge Cerqueira
    http://www.jmaratona.com

    • Medalha sabíamos que não teria, mas ter o prometido era o mínimo, somente as primeiras pessoas que passaram pelos pontos realmente puderam curtir a verdadeira color run. Quanto a subida do cristo vou deixar para uma próxima, até que enfim vou ter um descanso do trabalho e poderei curti com a família. Mas vou fazer uns treinos na região dos lagos. Abração.

  3. Uma amiga minha foi assistir e disse que sacos de pó eram lançados, de uma vez só, de cima da passarela. Aí quando a grande massa de corredores chegou, nada de pó … todos rolando no chão para sujar a roupa.
    Será que não é assim em todos os lugares em que essa corrida acontece? Só fica bacana no vídeo e na real, fuó fuó fuó.

    Uma outra amiga disse que levou umas duas horas para se livrar da cor. Verdade Victor?

    Um 2013 cheio de saúde e muitos kms para vc!

    • Drica, pelo que soube foi realmente isso que aconteceu, os primeiros puderam se divertir.

      Se é assim em todos os lugares eu não sei, mas o vídeo que passou no globo esporte passou a mesma boa imagem da prova dos EUA.

      A tinta não demorou muito para sair não, só tive q esfregar com uma esponja.

      Ótimo 2013 e muitas corridas para nós ano que vem.

      Abraços.

  4. Oi! Concordo plenamente com seu relato. Participei da corrida e larguei no segundo bloco de pessoas. Quando cheguei, só pó no chão… minha filha morreu de sede e eu comprei água no barraqueiro.
    Achei um absurdo, muito ruim a organização!

  5. Agora é aguardar para ver se a Corrida das Cores vai superar as expectativas. Minha amiga estava visitando Vitória quando rolou uma edição da prova e ela falou muito bem, apesar de não ter participado. Agora que eles expandiram e estão com calendário em vários estados do Brasil, tô bem animado pra participar.

    Quando li seu post fiquei um pouco receoso que a Corrida das Cores fosse tão frustrante como a The Color Run, mas os comentários do Railer no blog dele me deixaram mais animado. (:

    Um abraço!

    http://www.corre.ai

Deixe seu comentário