K21 Arraial do Cabo – A Primeira Vez é Inesquecível

A primeira vez a gente nunca esquece. Essa frase é mais que conhecida e é a pura verdade. A K21 Arraial do Cabo foi a minha primeira prova cross country (corrida em local aberto geralmente em terreno acidentado) e com certeza foi um dos eventos de corrida que mais gostei de participar.

Avaliação do Evento

Organizado pela Speed Assessoria Esportiva, o evento foi muito bem organizado, contando com uma ótima estrutura para os atletas, deste a entrega dos kits ao lual pós-evento.

Pontos Positivos

1 – Entrega dos kits. Devido ao evento ser em outra cidade a organização disponibilizou também no dia do evento a retirada do kit;

2 – Atraso na largada. Ponto positivo? Sim, devido ao acidente na entrada da cidade muitos atletas foram prejudicados e se atrasaram. A organização usou o bom senso e atrasou a largada em 20 minutos para que todos pudessem chegar. Parabéns pela iniciativa;

3 – Hidratação. Todos os postos de hidratação tinham água à vontade e gelada. Em um evento difícil como esse, água era o bem mais valioso.

4 – Percurso. Só posso opinar pelo segundo trecho. Percurso extremamente desafiante e empolgante, além da beleza indescritível;

5 – Cuidado com os atletas na chegada. Os staffs do evento estavam de prontidão para ajudar a quem necessitasse. Eu cheguei com as panturrilhas travadas e mesmo não pedindo ajuda fui praticamente carregado para a piscina de gelo para fazer crioterapia para ajudar na recuperação. Além de disponibilizarem hidratação com isotônico e água à vontade.

6 – Medalha. Muito bonita a medalha.

Pontos de Melhoria

1 – A largada deve ser pensada em ser realizada mais cedo, por volta das 7 da manhã. O sol castigou muito todos os corredores;

2 – Não tive esse problema, mas alguns corredores relataram que em alguns pontos ocorreu afunilamento nas trilhas e muitos ficaram muito tempo parados. Talvez se fosse implantado o sistema de largada em ondas, de 10 em 10 minutos, o problema fosse minimizado.

Galeria de fotos no facebook: clique aqui

Minha Participação

Por estar me recuperando de uma lesão no pé e não estar treinado fui para esta prova com intenção de me divertir. Junto com a Marcela, que por desencontros só nos vemos na transição, formamos uma dupla mista.

Comecei a correr o segundo trecho debaixo de um sol escaldante, eram 10:30 da manhã. Corri sem nem olhar direito para o relógio, curtindo o visual e apoiando quem encontrava pelo caminho.

O percurso passou por encostas de pedra, trilhas estreitas, parte de mato e ruas de terra e paralelepípedo. Quando haviam duas opções de caminho para seguir o percurso da prova sempre era o mais difícil. Contudo o trecho que descia e subia nas Prainhas foi modificado trazendo bastante alivio para muitos corredores.

Muitas subidas obrigavam a maioria dos corredores caminharem e comigo não foi diferente, com receio de que o pé não estivesse 100% fui tranquilo até que no quilômetro final resolvi dar um sprint que acabou travando minhas duas panturrilhas. Como câimbras doem, rs.

Terminei a prova andando com as pernas travadas e praticamente fui carregado até a piscina de gelo para a crioterapia. Obrigado ao staff que me ajudou, eu achando que não precisava, mas veio em boa hora.

Meus parabéns para quem fez os 21K, foi uma prova muito dura. E sem sombra de dúvidas é um esporte muito diferente da corrida de rua tradicional.

Compartilho com vocês as palavras do grande fotógrafo Marcos Viana, o Pinguin, com o qual tive o prazer de trocar uma idéia durante a prova.

Ele disse algo mais ou menos assim: “Isso aqui que é esporte para ser humano, contato com a natureza, correr em ritmos diferentes, alternar entre corrida e caminhada. Quem corre 10k, 20k em velocidade constante, respirando a poluição da cidade é maquina. Somos feitos para viver com a natureza”.

Concordo 100%, a satisfação é plena durante uma prova dessa. Recomendo a todos que experimentem uma prova cross country, durante alguns momentos poderão se arrepender, mas logo depois vão estar completamente satisfeitos e felizes.

15 Comentários

  1. Victor eu ja corri ai em 2 vezes, a primeira nesse percurso e estendendo pelas dunas de areia em 2010 numa ultra que teve ai e na k21 do ano passado, adrenalina pura, visual showww, pena que nao pude ir dessa vez pq estava em Santa Maria competindo numa Ultra. Agora para quem reclama do sol, não adianta tem que treinar no sol para adaptação desta temperatura, outra coisa não sei como vc consegue correr com essa cor preta da sua camisa isso acaba esquentando mais a sua temperatura do corpo o ideal e que a cor da camisa fosse branca…Parabéns garoto agora larga do asfalto e vamos correr muitas provas crosss country.

    Bons treinos,

    Jorge Cerqueira
    http://www.jmaratona.com

  2. Victor parabéns pela sua participação, eu fiz os 21 km e gostei muito, vou voltar todos os anos para correr essa prova.
    O poto de melhorias é a largada em ondas como você disse, de 5 m 5 minutos já ajudaria, eu fiquei de 8 a 15 minutos parado no engarrafamento da trilha para descer na Prainha, fora isso, o kit pode ser melhorado com mais brindes.
    Valeu, abraços…

  3. Meu amigo, por isso você disse que gostaria de ter se preparado melhor. Com pé lesionado deve ter sido muito difícil percorrer o percurso que é diríssimo.
    Parabéns pela prova, pela superação.
    Melhoras e bons treinos!

  4. boa tarde Victor Caetano! muito bom o seu relato da k21 de Arraial…ano que vem se Deus quiser farei!

    gostaria de lhe perguntar se sabe ou se conhece algum contato/empresa/fornecedor/serviço do trabalho de crioterapia que (acredito que tenha sido a organização) apareceu numa das fotos.

    participo de uma equipe de corrida e fiz um trabalho bem mais simples com gelo na corrida da ponte de 2012, e minha recuperação foi muito mais rápida e quase que sem dores…

    sempre venho pensando que esse trabalho pode ser oferecido pelas assessorias (ao menos nas corridas acima de 21km), basta a primeira criar este hábito.

    forte abraço e desde já te agradeço!

    • Fala Artur,

      Nessa do K21 foi o pessoal da organização mesmo que comprou tudo. Piscina, água e gelo.

      Já vi o pessoal usar aqueles tambores e encher de gelo.

      Acho que auxilia muito na recuperação.

      Espero ter ajudado.

      Abraços.

Deixe seu comentário