Guayusa, o “super chá” do Equador

“Força mental e coragem” é o que a tribo Kichwa costuma dizer sobre os efeitos da Guayusa. Alguns caçadores usavam a Guayusa para se manterem focados por longos períodos de tempo. Encontrada, principalmente, nas florestas tropicais do Equador, Guayusa é uma planta cheia de benefícios.

Foto: vitallivingherbs.com
Foto: vitallivingherbs.com

Com mais cafeína que o chá verde, porém menos do que o café, a Guayusa também conta com outros compostos energizantes como a teobromina, encontrada no cacau e estimulante como o café, porém sem afetar o sistema nervoso central, e a teofilina, encontrada no chá verde. Além disso, a Guayusa contém 50% mais antioxidantes do que o chá verde, e ainda polifenóis, saponinas, ácido clorogênico, vitaminas (C e D), minerais (cálcio, magnésio, potássio, zinco e crômio) e aminoácidos.

Foto: nardio.net
Foto: nardio.net

Dentre seus benefícios estão fortalecimento do sistema imune, aumento do metabolismo, efeitos anticarcinogênicos, melhor controle dos níveis de açúcar do sangue, redução de colesterol, aumento do foco, da energia e da sensação de alerta, efeitos antiinflamatórios e saúde óssea. Dentre seus aminoácidos estão e leucina, importantíssima para a síntese proteica (ponto para ganho de massa magra!), e a teanina, que tem efeitos sobre o sistema nervoso central, melhorando o sono e o relaxamento, ela acalma sem sedar, como a passiflora, por exemplo, e protegendo as funções neurológicas.

A mistura da cafeína e da teobromina da Guayusa é bem interessante para os exercícios de endurance, pois dá efeito ergogênico a longo prazo, sem aquela intensidade toda da cafeína.

Foto: huffingtonpost.com
Foto: huffingtonpost.com

Outra vantagem da Guayusa é com relação ao sabor. Enquanto o chá verde não é muito bem tolerado por muitos graças ao seu amargor e adstringência, a Guayusa possui um sabor mais doce e suave, sendo mais palatável a maioria das pessoas.

Infelizmente aqui no Brasil ainda não encontramos o Guayusa, mas dá para comprar online ou, se você estiver viajando, dá pra trazer na mala. 🙂

Converse com sua/seu nutricionista.

3 Comentários

Deixe seu comentário