Diz aí, corredor! Conheça a história do Abel e do Gabriel

Estou inaugurando uma nova categoria no blog, chamada Diz aí, corredor! A ideia surgiu depois que recebi um e-mail de um corredor de Brasília, O Abel, que de tão fanático por corrida teve que adaptar a chegada do filho ao mundo das corridas. Inicialmente ele não sabia como conciliar as duas coisas, mas com o tempo foi se aperfeiçoando e hoje participa de várias provas empurrando seu filho em um carrinho de bebê.

Ainda não tenho filhos, mas para os papais e mamães de queiram (e devem) continuar correndo é uma ótima história que serve de incentivo.

Confira a história

Resolvi escrever para divulgar as minha aventuras com meu filho. Meu nome é Abel, tenho 40 anos sou casado e tenho um filho chamado Gabriel de 2 anos e 5 meses. Moramos em Brasília e como sou apaixonado por corrida de rua estou sempre correndo e treinando pela cidade.

caixa 03

Quando o Gabriel nasceu, eu e minha esposa combinamos que quando fossemos participar de corridas de rua, um de nós ficaria com o Gabriel enquanto outro corria. Bem, esse era o plano. Na minha vez de correr e ela ficar como Gabriel isso funcionou muito bem. Mas, quando foi a vez dela correr e eu ficar com o Gabriel, a coisa mudou.

Me inscrevi em uma corrida apenas para caminhar (era o que eu pensava) eu levei o Gabriel, na época com 5 meses em seu carrinho e tinha como meta realizar uma caminha de 5 km apenas para ganhar uma medalha. Eu fui para o final da fila, atrás de todos e quando deu a largada eu iniciei a minha caminhada. Só que o sangue de corredor falou mais alto e eu resolvi andar um pouco mais rápido, pois, as pessoas a minha frente andavam muito devagar, e logo em seguida eu comecei a correr, quando dei por mim já havia ultrapassada muita gente e até ultrapassei minha esposa e seus amigos que haviam largado e já estavam correndo na nossa frente.

11-11-2012_Circuito_de_Corridas_Caixa_Brasilia_482934

Descobri que era possível correr com meu filho e que isso me dava muito prazer. Começou então a nossa parceria, comprei um carrinho especial para correr com ele, um triciclo para crianças até 15 Kg com rodas de bicicleta, cinto cinco pontas e toda a segurança e conforto que meu filho merecia.

Hoje já temos 44 corridas juntos, em sua grande maioria de 10 Km e estamos iniciando um novo projeto: Vamos correr a nossa 1ª Meia Maratona, vamos debutar na Meia Maratona da Asics de Brasília. A preparação começa agora e vamos com tudo.

Valeu Galera!

Gostou da história do Abel? Tem uma história legal e gostaria de compartilhar? Entre em contato que toda semana uma nova história será publicada. Quem sabe a sua não é a próxima?

8 Comentários

  1. Puxa é sempre muito legal ver vocês dois nas corridas…realmente uma inspiração para todos casais corredores que passam pela aflição de revezar quem fica com o filhote…uma excelente solução que dá muito prazer…Parabéns!

Deixe uma resposta para Bruno Rebello Cancelar resposta