Além do gel de carbo: opções de snacks intra treinos e provas

Durante treinos e provas longas, a ingestão de substratos energéticos de fácil digestão é imprescindível! Alguns atletas conseguem passar horas ingerindo apenas géis de carboidrato (e água, claro), porém essa não é a realidade para muitos outros.

Dentro do mercado/feira/hortifrúti, podemos achar outros inúmeros recursos energéticos para mantermos o foco e rendimento durante o percurso. Abaixo alguns exemplos:

bananas

1 – banana: sim a fruta mesmo. Em provas de longa duração é comum os atletas terem staff que ficam em pontos específicos e podem entregar a fruta para o atleta. Em casos onde não há essa facilidade, podemos usar a bananada, que é mais fácil de transportar.

frozen grapes

2 – uvas congeladas: são fáceis de carregar, tem carboidrato de fácil digestão e dão um frescor muito bem vindo no nosso clima tropical.

Bowl_Dried_Dates

3 – passas e tâmaras: essas frutas tem alto teor de carboidratos que são rapidamente assimilados pelo organismo, gerando um boom de energia ao atleta. São fáceis de carregar e de comer, e ótimas fontes de potássio.

peanut-butter-and-jelly-cookie

4 – sanduíches de geléia e mel ou geléia e pasta de oleaginosas: em provas muito longas é necessário que haja um lanche mais substancial em um ou mais momentos do percurso, isso será avaliado e planejado com o/a nutricionista. Sanduíches são fáceis de fazer e podem ser carregados em saquinhos de ziploc que ficam armazenados nas mochilas de hidratação.

nuts (2)

5 – castanhas: as oleaginosas contêm inúmeros minerais importantes na contração e regeneração muscular. Além disso, são opções salgadas para aqueles que enjoam do doce facilmente.

Lembrando que toda e qualquer opção de recurso energético deve ser testada durante os treinos. Cada corpo reage ao alimento de forma diferente e essa individualidade deve ser levada em consideração quando a estratégia de prova for montada. Converse com seu(ua) nutricionista!

Deixe seu comentário